Qual a importância do programa de desenvolvimento de líderes no escritório de advocacia?

25

Muitos escritórios de advocacia preocupam-se com o desenvolvimento de líderes. Por isso, dedicam vários recursos, como tempo, energia e dinheiro, no crescimento dos seus atuais advogados, de modo que conquistem novas competências.

Existem muitos benefícios ligados ao tema, que serão explorados ao longo deste artigo. Por exemplo, ganha-se profissionais preparados para lidar com os desafios diários e conduzir equipes de alta performance, além de suceder os atuais dirigentes do escritório. Assim, há mais qualidade, perenidade e confiança ao longo do expediente de trabalho.

Adiante, explicamos detalhadamente o que são programas de desenvolvimento de líderes, qual sua importância e como dar os primeiros passos. 

Boa leitura!

Afinal, o que são programas de desenvolvimento de líderes?

A ideia central do programa de desenvolvimento de líderes (PDL, daqui em diante) é muito simples: formar, no escritório, líderes para o futuro. Pense nos líderes como profissionais capazes de inspirar e conduzir outras pessoas, em vista de certos objetivos.

Por meio de treinamentos, o PDL constrói ou reforça as competências exigidas aos líderes, por exemplo, comunicação interpessoal, capacidade analítica e habilidade em resolução de conflitos. Assim, subsidia advogados qualificadas aos cargos mais elevados do escritório.

Em geral, PDL não é algo de curto prazo. Pode durar vários meses ou até alguns anos, dado o número de qualificações oferecidas. Muitas empresas tratam o PDL como um programa continuado, tendo em vista a necessidade de aperfeiçoamento contínuo dos líderes.

Portanto, você pode entender o programa de desenvolvimento de líderes como o conjunto de políticas e iniciativas para desenvolver os atuais advogados, de modo que contem com as competências certas à posição de liderança dentro do escritório.

Quais os principais benefícios no desenvolvimento de líderes?

Existem tantos benefícios quanto é possível imaginar, tanto para o escritório quanto para seus colaboradores e equipes de trabalho. Um bom PDL melhora a liderança da empresa, otimiza as relações interpessoais e gera mais qualidade, também ajuda a reter talentos e manter as pessoas entusiasmadas. Confira, adiante, os 6 principais benefícios.

Fornece líderes para o futuro

O primeiro benefício é exatamente o propósito central do PDL: sua capacidade de moldar líderes para o futuro. Todo empreendimento precisa de bons líderes, talentos capazes de lidar com situações adversas e atingir metas com o time, fazendo o que é certo.

Todavia, não é fácil encontrar bons líderes no mercado. Muitos profissionais não possuem alinhamento aos valores do negócio, tornando impossível sua manutenção em cargos de direção. Por conta disso, é preferível desenvolver quem já está dentro do escritório.

Aperfeiçoa a gestão de equipes

Os líderes são os principais responsáveis pela gestão das equipes de trabalho. São eles que orientam o que deve ser feito, analisam os resultados obtidos e fornecem feedbacks para a melhoria contínua. Portanto, sem bons líderes, não há uma boa gestão de equipes.

Na prática, equipes bem gerenciadas promovem diversas outras vantagens. A melhoria dos indicadores de desempenho, o alcance das metas desafiadas, a eliminação de “gargalos” e a criação de um melhor clima organizacional. Logo, há muitos benefícios subsequentes.

Reduz o turnover de talentos

Turnover é uma palavra que vem do inglês e quer dizer rotatividade. Refere-se ao número de talentos que deixam a empresa em certo período, geralmente 1 ano. Quando o turnover é elevado, a firma tem diversos problemas, como custos excedentes e conflitos internos.

Novamente, o PDL ajuda bastante. Os profissionais que participam do programa sentem-se mais valorizados pela organização, também desenvolvem melhores perspectivas para o futuro na empresa. Assim, o nível de retenção torna-se maior e o turnover, é diminuído.

Facilita a sucessão dos atuais dirigentes

Nas organizações, é natural que determinados líderes precisem ser sucedidos. Isso ocorre pelos mais diversos motivos, como aposentadoria, transferência de filial, promoção ou demissão voluntária. Todavia, por vezes, faltam sucessores, o que dificulta o trabalho.

Neste aspecto, o PDL pode fornecer um ótimo banco de talentos ao escritório. Advogados que, além de tecnicamente hábeis, contam com crenças e valores bem alinhados à cultura do empreendimento. Sendo assim, torna-se mais fácil suceder os atuais líderes. 

Aumenta a motivação interna

A motivação é um importante elemento ao trabalho diário. Diz respeito à energia que os profissionais possuem para entregar resultados, perseguir objetivos e resolver problemas. Quanto a motivação está em baixa, há morosidade e desempenho fraco.

Pelos mais diversos motivos, o PDL é um importante incremento à motivação. Isso porque comunica aos advogados que eles são essenciais ao negócio e que podem crescer dentro da “casa”, bem como contar com o escritório para qualificar-se continuamente.

Promove mais conformidade

Dentro de empresas, sobretudo escritórios de advocacia, a conformidade é um item crítico. Os profissionais devem seguir cuidadosamente o código de ética e conduta, assim como os outros instrumentos de normatização. Desse modo, evita-se diversos problemas.

O PDL é um dos mais importantes instrumentos para educar os profissionais, em especial aqueles que ocupam ou ocuparão posições de liderança, de modo que entendam as normas de trabalho, atuem em conformidade com o deliberado e sejam exemplo no dia a dia.

Como dar os primeiros passos no assunto?

Construir um programa de desenvolvimento de líderes pode ser algo complexo, pois exige profundas noções de liderança e gerenciamento, entre outras questões técnicas. O mais comum é que o programa seja construído pelo setor de RH ou consultoria especializada.

Um primeiro passo é diagnosticar as competências técnicas e comportamentais que devem ser desenvolvidas, o que pode variar em função de alguns fatores, como mercado jurídico, cultura do escritório e perfil dos profissionais. Existem muitas competências em potencial, como espírito de equipe, comunicação interpessoal e habilidade em gestão de pessoas.

Outros passos importantes, do planejamento à execução e aprendizado, são:

  • definir o orçamento para o programa;
  • estabelecer prazos e metas inteligentes;
  • definir os treinamentos que serão oferecidos;
  • criar um bom plano de ação, isto é, um mapa para execução;
  • comunicar o PDL aos advogados e equipes;
  • colocar o programa de desenvolvimento em prática;
  • monitorar os resultados obtidos, aprender e melhorar.

Veja, agora você está por dentro do assunto, sabe o que é um programa de desenvolvimento de líderes, quais seus principais benefícios e como dar os primeiros passos. Lembre-se que o PDL pode beneficiar o escritório, seus advogados e equipes de trabalho, resultando em motivação, qualidade e conformidade, além de mais competitividade ao empreendimento.

E então, está pronto para continuar aprendendo conosco?! Aproveite para descobrir quais os atributos para uma equipe jurídica de alta performance. Vamos lá!