logo easyjur azul

Blog

1 (11)

Audiência de instrução e julgamento e as mudanças do Novo CPC

Picture of Por Easyjur

Por Easyjur

Menu do Conteúdo

Quem participa do mercado e mundo jurídico já deve ter ouvido falar sobre a Audiência de instrução e julgamento ao menos alguma vez, entretanto, pouquíssimos realmente conhecem a definição do termo e o funcionamento do seu procedimento, ainda mais após as mudanças que o Novo CPC trouxe.

Tendo isso em mente, nós da equipe EasyJur resolvemos separar e disponibilizar por conta própria todas as principais informações ligadas a Audiência de instrução e julgamento e o Novo CPC, algo que poderá ser observado no decorrer do artigo abaixo.

Mas afinal, o que é Audiência de instrução e julgamento?

Antes de tudo, é de extrema importância explicarmos o significado e definição por trás da Audiência de instrução e julgamento, já que grande parte das dúvidas relacionadas a este tópico foram desenvolvidas pela falta de uma base de conhecimentos sólida e ampla, algo que deve ser mudado o quanto antes, para assim, podermos nos aprofundar no assunto aos poucos.

Sendo assim, é possível definir a audiência de instrução e julgamento como um ato processual, o qual possui a finalidade de produzir provas orais, e por conta disso, tal audiência acaba sendo o momento perfeito para que as partes ofereçam o seu próprio depoimento, ou seja, o seu depoimento pessoal, possibilitando também com que o perito dê o seu testemunho em conjunto com os demais participantes do processo, como as testemunhas.

O Novo CPC trouxe milhares de mudanças para a nossa legislação no geral, isso todo mundo já sabe, entretanto, não podemos negar o fato de que pouquíssimas pessoas realmente conhecem as mudanças que o mesmo trouxe para a Audiência de instrução e julgamento em si.

Quando vamos observar tais mudanças de perto, podemos chegar a conclusão que a mais relevante é a sua autorização para a produção de provas de forma presencial, além também do uso de vídeos e áudios durante a audiência. Contudo, não podemos esquecer de que a Audiência de instrução e julgamento se trata de uma etapa dispensável quando o julgamento antecipado da lide se torna uma realidade.

Ou seja, o advogado acaba não tendo muito controle sobre este procedimento em si, e exatamente por conta disso, é de extrema importância que o mesmo esteja preparado para lidar com todas as possíveis situações. Para isso, ele deverá conhecer a fundo as principais etapas de uma Audiência de instrução e julgamento, que são:

 

11 (12)

  • tentativa de conciliação;
  • arguição do perito;
  • produção de prova oral;
  • apresentação de alegações finais;
  • prolação de sentença.

Como o procedimento de Audiência de instrução e julgamento funciona na atualidade?

Também é de extrema importância que você entenda como o procedimento de Audiência de instrução e julgamento funciona na realidade, para assim, não sobrar dúvidas que possam lhe prejudicar em meio ao processo.

Bom, como já citado mais acima, tal procedimento passou a ser regulamentado pelo Novo CPC, algo que pode ser observado no artigo 358 até o 368. E com isso, a melhor maneira de se preparar para tal procedimento, é conhecendo e estudando tais artigos a fundo, algo que poderá fazer no tópico seguinte.

Neste tópico em específico, mostraremos somente um pequeno resumo referente ao procedimento. No dia e na hora que foram designados, o próprio juiz irá declarar a abertura da Audiência de instrução e julgamento, e assim, mandará apregoar todas as partes e os seus advogados. Assim, torna-se recomendam que o próprio advogado chegue com uma antecedência de 30 minutos, para assim, não ter quaisquer problemas.

Antes mesmo de se dirigir ao fórum, é de extrema importância chegar no mandado de citação ou intimação o endereço e a hora que foi marcada, e assim, também lembrar o cliente de comparecer no momento certo. Chegando no fórum, o advogado e cliente devem buscar pela sala de audiência e esperar a chamada nominal, a qual dará início a audiência.

Legislação

Por fim, mas não menos importante, como citado mais acima, agora mostraremos todos os artigos do Novo CPC que regulam o procedimento de Audiência de instrução e julgamento, sendo de extrema importância que você conheça todos, para assim, realmente garantir que compreendeu tudo que envolve tal procedimento.

5864948 young beard afro american man working with laptop.

“Art. 358. No dia e na hora designados, o juiz declarará aberta a audiência de instrução e julgamento e mandará apregoar as partes e os respectivos advogados, bem como outras pessoas que dela devam participar.

 

Art. 359. Instalada a audiência, o juiz tentará conciliar as partes, independentemente do emprego anterior de outros métodos de solução consensual de conflitos, como a mediação e a arbitragem.

 

Art. 360. O juiz exerce o poder de polícia, incumbindo-lhe:

 

I – manter a ordem e o decoro na audiência;

 

II – ordenar que se retirem da sala de audiência os que se comportarem inconvenientemente;

 

III – requisitar, quando necessário, força policial;

 

IV – tratar com urbanidade as partes, os advogados, os membros do Ministério Público e da Defensoria Pública e qualquer pessoa que participe do processo;

 

V – registrar em ata, com exatidão, todos os requerimentos apresentados em audiência.

 

Art. 361. As provas orais serão produzidas em audiência, ouvindo-se nesta ordem, preferencialmente:

 

I – o perito e os assistentes técnicos, que responderão aos quesitos de esclarecimentos requeridos no prazo e na forma do art. 477 , caso não respondidos anteriormente por escrito;

 

II – o autor e, em seguida, o réu, que prestarão depoimentos pessoais;

 

III – as testemunhas arroladas pelo autor e pelo réu, que serão inquiridas.

 

Parágrafo único. Enquanto depuserem o perito, os assistentes técnicos, as partes e as testemunhas, não poderão os advogados e o Ministério Público intervir ou apartear, sem licença do juiz.

 

Art. 362. A audiência poderá ser adiada:

 

I – por convenção das partes;

 

II – se não puder comparecer, por motivo justificado, qualquer pessoa que dela deva necessariamente participar;

 

III – por atraso injustificado de seu início em tempo superior a 30 (trinta) minutos do horário marcado.

 

  • 1º O impedimento deverá ser comprovado até a abertura da audiência, e, não o sendo, o juiz procederá à instrução.

 

  • 2º O juiz poderá dispensar a produção das provas requeridas pela parte cujo advogado ou defensor público não tenha comparecido à audiência, aplicando-se a mesma regra ao Ministério Público.

 

  • 3º Quem der causa ao adiamento responderá pelas despesas acrescidas.

 

Art. 363. Havendo antecipação ou adiamento da audiência, o juiz, de ofício ou a requerimento da parte, determinará a intimação dos advogados ou da sociedade de advogados para ciência da nova designação.

 

Art. 364. Finda a instrução, o juiz dará a palavra ao advogado do autor e do réu, bem como ao membro do Ministério Público, se for o caso de sua intervenção, sucessivamente, pelo prazo de 20 (vinte) minutos para cada um, prorrogável por 10 (dez) minutos, a critério do juiz.

 

  • 1º Havendo litisconsorte ou terceiro interveniente, o prazo, que formará com o da prorrogação um só todo, dividir-se-á entre os do mesmo grupo, se não convencionarem de modo diverso.

 

  • 2º Quando a causa apresentar questões complexas de fato ou de direito, o debate oral poderá ser substituído por razões finais escritas, que serão apresentadas pelo autor e pelo réu, bem como pelo Ministério Público, se for o caso de sua intervenção, em prazos sucessivos de 15 (quinze) dias, assegurada vista dos autos.

 

Art. 365. A audiência é una e contínua, podendo ser excepcional e justificadamente cindida na ausência de perito ou de testemunha, desde que haja concordância das partes.

 

Parágrafo único. Diante da impossibilidade de realização da instrução, do debate e do julgamento no mesmo dia, o juiz marcará seu prosseguimento para a data mais próxima possível, em pauta preferencial.

 

Art. 366. Encerrado o debate ou oferecidas as razões finais, o juiz proferirá sentença em audiência ou no prazo de 30 (trinta) dias.

 

Art. 367. O servidor lavrará, sob ditado do juiz, termo que conterá, em resumo, o ocorrido na audiência, bem como, por extenso, os despachos, as decisões e a sentença, se proferida no ato.

 

  • 1º Quando o termo não for registrado em meio eletrônico, o juiz rubricar-lhe-á as folhas, que serão encadernadas em volume próprio.

 

  • 2º Subscreverão o termo o juiz, os advogados, o membro do Ministério Público e o escrivão ou chefe de secretaria, dispensadas as partes, exceto quando houver ato de disposição para cuja prática os advogados não tenham poderes.

 

  • 3º O escrivão ou chefe de secretaria trasladará para os autos cópia autêntica do termo de audiência.

 

  • 4º Tratando-se de autos eletrônicos, observar-se-á o disposto neste Código, em legislação específica e nas normas internas dos tribunais.

 

  • 5º A audiência poderá ser integralmente gravada em imagem e em áudio, em meio digital ou analógico, desde que assegure o rápido acesso das partes e dos órgãos julgadores, observada a legislação específica.

 

  • 6º A gravação a que se refere o § 5º também pode ser realizada diretamente por qualquer das partes, independentemente de autorização judicial.

 

Art. 368. A audiência será pública, ressalvadas as exceções legais.”

Agora podemos finalmente afirmar que você já está por dentro de tudo que é necessário para compreender verdadeiramente a definição e funcionamento do procedimento de Audiência de instrução e julgamento.

1111 (11)

 

Nosso Compromisso com o seu sucesso

Pessoas

Conectamos advogados, simplificamos processos e impulsionamos a transformação digital

Processos

Com metodologia ágil, simplificamos a gestão e fortalecemos a justiça, gerando resultados exponenciais

Tecnologia

Automatizamos tarefas, impulsionamos a eficiência e oferecemos soluções inovadoras

pri vini easyjur

Planos Easyjur

O plano perfeito para você!

Solução completa para tornar sua Advocacia mais ágil e lucrativa

Growth Plus

Para grandes escritórios avançado
pague no cartão de crédito e ganhe até R$1.500 em cashback

R$

2799

/mês
200GB Docs em Nuvem
4.000 Processos Monitorados
05 Advogados Intimações
30 Usuários Inclusos
200.000 Tokens Juris.ai
20.000 Tokens Análise de Prazos e Elaboração de Propostas com IA
Conta Digital Grátis
TUDO DO GROWTH +
Suporte VIP
Editor Legal Design
Relatórios Avançados
Acesso para clientes ilimitado
Peticionamento Automático (em breve)
SmartDocs.ai Copilot (em breve)

Growth

Para médios escritórios em crescimento
pague no cartão de crédito e ganhe até R$1.000 em cashback

R$

1699

/mês
80GB Docs em Nuvem
2000 Processos Monitorados
03 Advogados Intimações
15 Usuários Inclusos
100.000 Tokens Juris.ai
8.000 Tokens Análise de Prazos e Elaboração de Propostas com IA
Conta Digital Grátis
TUDO DO STANDARD +
Legal Analytics Tool
Cálculos Monetários
Cobranças Personalizadas
Automação de Faturamento
Campos Personalizados
500 Acessos para clientes
EasyJur.ai Copilot (em breve)

Standard

Para médios escritórios
pague no cartão de crédito e ganhe até R$700 em cashback

R$

599

/mês
40GB Docs em Nuvem
800 Processos Monitorados
02 Advogados Intimações
10 Usuários Inclusos
50.000 Tokens Juris.ai
5.000 Tokens Análise de Prazos e Elaboração de Propostas com IA
Conta Digital Grátis
TUDO DO PREMIUM +
Workflow de Tarefas Ágil
Gamificação de Atividades
TimeSheet Dinâmico
Controle Orçamentário
Gestão Estratégica
200 Acessos para clientes
Assinatura Digital (em breve)

Premium

Pequenos Escritórios
pague no cartão de crédito e ganhe até R$500 em cashback

R$

389

/mês
30GB Docs em Nuvem
300 Processos Monitorados
01 Advogado Intimações
05 Usuários Inclusos
20.000 Tokens Juris.ai
3.000 Tokens Análise de Prazos e Elaboração de Propostas com IA
Conta Digital Grátis
TUDO DO START +
Gestão Financeira
Automação de Documentos
Demandas Consultivas
LCRM e Gerador de Propostas
100 Acessos para clientes
*Website Integrado Legal CRM
Captação de clientes com Google Ads (em breve)

Start

Advogados solo
pague no cartão de crédito e ganhe até R$300 em cashback

R$

129

/mês
5GB Docs em Nuvem
100 processos monitorados
01 Advogado Intimações
02 Usuários Inclusos
5.000 Tokens Juris.ai
1.000 Tokens Análise de Prazos com IA
Jurisprudências Integradas
Processos Ilimitados
Dashboard
Juris.ai
Agenda
Pessoas
Processos e Casos
Movimentações
Categorias
Materiais Gratuitos