Advocacia sistêmica: tudo sobre esta modalidade de atuação jurídica

reintegração de posse

29/03/2023

Sumário

Não é novidade para ninguém o grande crescimento de popularidade que todo o mercado jurídico anda apresentando durante os últimos anos, e por conta disso, inúmeros tópicos e assuntos relacionados a este mercado começaram a ganhar uma maior atenção, tanto dos profissionais (advogados), quanto por pessoas que estão por fora deste mercado. Um dos assuntos que mais se destacaram é a própria advocacia sistêmica.

 

Na grande realidade, esta modalidade de advocacia apresenta uma grande diversidade de vantagens e benefícios, algo que pouquíssimas alternativas e ferramentas conseguem proporcionar para um escritório, e por isso, a mesma está se tornando cada vez mais popular.

 

Entretanto, não podemos negar o fato de que existem pouquíssimas plataformas e fontes confiáveis, e consequentemente, a maioria das dúvidas relacionadas à advocacia sistêmica não são respondidas, ou seja, os indivíduos que realizam pesquisas relacionadas a este assunto não conseguem solucionar seus questionamentos.

 

Tendo este problema em vista, nossa equipe EasyJur resolveu separar e disponibilizar por conta própria todas as principais informações relacionadas à advocacia sistêmica, algo que poderá ser observado no artigo a seguir.

Mas afinal, o que é advocacia sistêmica?

Antes de tudo, é fundamental comentarmos sobre a definição da advocacia sistêmica, para que assim, você possa desenvolver uma ampla e sólida base de conhecimentos sobre o assunto, e consequentemente, possa se aprofundar no mesmo sem gerar maiores dúvidas ou questionamentos, algo que acontece e muito, principalmente quando procuramos por informações em plataformas e fontes não confiáveis.

 

Sendo assim, podemos definir a advocacia sistêmica como o exercício da advocacia que age sob o paradigma do Pensamento Sistêmico. Quando desenvolvemos algumas competências essenciais, o advogado acaba facilitando a ampliação de consciência de seus clientes, e consequentemente, convida os mesmos a percepção ou visualização sistêmica dos contextos, relações, padrões, processos e até mesmo da origem do conflito. 

 

Com isso, é um fato que ocorre a contribuição com a humanização, consenso, pacificação social e criação de novos paradigmas jurídicos, os quais são baseados diretamente em uma visão de mundo sistêmica. Ou seja, podemos dizer que a advocacia sistêmica se trata de um novo modo de exercer a advocacia, de um jeito mais estratégico, humanizado e até mesmo consensual.

Entenda as principais características da advocacia sistêmica

Como citado, a advocacia sistêmica busca trazer um novo método para exercer a advocacia em si, de uma maneira mais estratégica, humanizada e consensual, entretanto, mesmo citando tais pontos, é um fato que muitos indivíduos não conseguem entender tais características logo de cara, e por isso, vamos explicá-las:

 

  • Estratégico: Quando falamos sobre uma abordagem mais estratégica, estamos nos referindo à utilização de um modelo de gestão mais eficiente, o qual entrega maior vantagem competitiva para o escritório de advocacia, fazendo com que as competências relacionadas aos advogados e os recursos se tornem mais centradas. Consequentemente, se torna mais prático a ampliação dos clientes em relação aos conflitos;

 

  • Humanizado: Já em relação a humanização, podemos dizer que o advogado tende a utilizar o pensamento sistêmico, para que assim, o seu cliente seja visto como um ser humano integral, emocional, com os seus próprios contextos e relações com os demais envolvidos no conflito. Ou seja, a humanização da advocacia sistêmica faz com que o profissional tenha um olhar completo sobre todas as relações humanas dos envolvidos no conflito;

 

  • Consensual: Por fim, mas não menos importante, ainda devemos falar sobre o consensual, o qual visa priorizar a reconstrução do diálogo entre as partes e o uso dos meios mais adequados para realizar a solução de conflitos de interesse, em detrimento do modo litigante focado na solução de uma determinada demanda.

Entenda o verdadeiro objetivo da advocacia sistêmica

Mesmo conhecendo o seu conceito e a definição de suas principais características, não podemos negar que grande parte das pessoas que apresentam dúvidas relacionadas à advocacia sistêmica costumam ter uma maior dificuldade para entender o verdadeiro objetivo desta advocacia em si, e por isso, vamos falar sobre os seus principais objetivos neste tópico.

 

Primeiramente devemos comentar que, a advocacia sistêmica possui a missão de auxiliar os profissionais a exercerem uma advocacia que realmente faça sentido em sua vida, e que, consequentemente, esteja realmente alinhada com seus valores pessoais e seus objetivos profissionais.

 

Além disso, outra missão apresentada por esta advocacia em específico é que a justiça se torne cada vez mais humanizada e próxima da realidade humana em si, além de claro, próxima do próprio direito em si, e não somente instrumentalizada.

 

Não podemos citar os principais objetivos da advocacia sistêmica sem falar que a mesma apresenta o objetivo de auxiliar os clientes a serem compreendidos e vistos como seres humanos, e não somente como um número que faz parte de uma demanda jurídica, algo que muitos escritórios de advocacia fazem.

 

Por fim, também devemos comentar que esta advocacia em específico faz parte de um movimento geral de pacificação social, o qual busca tal pacificação através do trabalho, das competências e até mesmo das aspirações. Ou seja, a advocacia sistêmica busca possibilitar que os profissionais deixem um legado para trás, inspirando os novos que virão.

Conheça as competências essenciais da advocacia sistêmica

Assim como qualquer outro ramo da advocacia em si, a advocacia sistêmica também apresenta as suas competências únicas, as quais são consideradas como essenciais para que seja exercida da maneira correta, sem gerar problemas, tanto para os advogados, quanto para os seus clientes.

 

Na realidade, as competências também podem servir como um breve resumo da modalidade que estamos discutindo, já que, quando analisamos com calma uma por uma, conseguimos chegar a conclusão do que aquela determinada modalidade trata, quais são os seus objetivos, como ela funciona e muito mais!

 

Sendo assim, nossa equipe também buscou e separou as principais competências, as quais são consideradas como essenciais para a advocacia sistêmica, sendo elas:

  • Não julgamento;
  • Mente aberta;
  • Estado adequado;
  • Ambiente seguro;
  • Enquadramentos;
  • Escuta ativa, apoio e rapport;
  • Empatia sistêmica;
  • Meta perguntas;
  • Feedback adequado;
  • Exercícios sistêmicos e muito mais.

 

advocacia sistêmica
Advocacia sistêmica

Mas como aplicar a advocacia sistêmica na prática?

Com isso, finalmente podemos afirmar que você já tem uma ampla e sólida base de conhecimentos em relação a advocacia sistêmica, contudo, de certo o seu funcionamento na prática e sua aplicação ainda devem ser dois pontos que geram muitos questionamentos, certo?

 

Por conta disso, julgamos ser essencial trazer tal tópico, onde mostraremos e explicaremos como funciona a implementação de um modelo de gestão da advocacia sistêmica, o qual com certeza lhe ajudará a potencializar todos os pontos e características do seu escritório de advocacia.

 

Vale dizer que, a advocacia sistêmica se trata do modo como o escritório organiza seus serviços, estruturas, funcionários, pessoas​, identidade e propósito, e para isso, é seguido um determinado conceito, e no caso desta modalidade em específico, esse conceito busca abordar a sistêmica. Na grande maioria das vezes, os especialistas dizem que esta modalidade busca proporcionar uma alma para o escritório.

 

A partir disso, o escritório consegue se posicionar no mercado respondendo algumas perguntas e questionamentos, como por exemplo:

  • Como nós desenvolvemos nossas competências essenciais?
  • Como seria a postura sistêmica no atendimento humanizado?
  • Como seria nosso olhar sistêmico para cada conflito?
  • Como seria a consultoria jurídico-sistêmica?
  • Como seria o marketing jurídico?
  • Quem se interessaria em procurar o escritório?
  • Como seria nosso ambiente interno?
  • Como as pessoas se sentiriam lá dentro?
  • Como nós trabalhamos?
  • Como produziremos valor aos clientes?

Conheça a ferramenta que lhe ajudará a implementar a advocacia sistêmica dentro do seu escritório de advocacia

Para finalizar este artigo com chave de ouro, e assim, realmente garantir que você está por dentro de todas as principais informações, as quais são necessárias para compreender e começar a aplicar a advocacia sistêmica dentro da sua própria realidade, nossa equipe resolveu ir em busca das principais ferramentas jurídicas que existem na atualidade, para assim, descobrir a melhor alternativa que irá lhe ajudar a aplicar esta modalidade de advocacia no seu escritório.

 

Como observado mais acima, a advocacia sistêmica se inicia com um bom sistema de gestão, o qual potencializa inúmeros pontos do seu escritório. Sendo assim, podemos dizer que as ferramentas jurídicas que visam a gestão acabam sendo as opções mais eficientes para lhe ajudar a aplicar e implementar a advocacia sistêmica.

 

Na atualidade, existem milhares de ferramentas que cumprem tal papel, porém, quando vamos observar de perto os resultados e os números, fica bem claro que os softwares jurídicos são as melhores alternativas para potencializar a gestão de um escritório. E dentre as inúmeras opções que existem, também podemos citar que o software Jurídico da EasyJur é o melhor entre todas.

 

Tal classificação foi determinada por outros advogados que já contrataram e usufruem das vantagens exclusivas que somente o software EasyJur consegue entregar. Sendo assim, finalmente podemos afirmar que você já sabe de tudo que diz respeito à advocacia sistêmica.

 

Automatize suas demandas jurídicas para seu escritório lucrar 10x mais
teste de 14 dias
Automatize suas demandas jurídicas para seu escritório lucrar 10x mais
teste de 14 dias