logo easyjur azul

Blog

untitled design 2023 08 28t183207.424

O que fazer quando a loja não cumpre o prazo de entrega?

Picture of Por Easyjur

Por Easyjur

Menu do Conteúdo

Por muitos séculos, a base da economia da sociedade era composta pela troca de bens e serviços, mas não como conhecemos hoje, em que há um estabelecimento fixo para a venda ou prestação de um determinado serviço, nesse cenário, as pessoas circulavam nas ruas, oferecendo seus produtos, em troca de algo equivalente. Foi a partir desse ciclo que se começou a comercialização e a entrega de produtos no domicílio do cliente.

A entrega de produtos no domicílio do consumidor é algo presente, desde muitos anos atrás, quando identificaram nesse método, uma forma mais produtiva, no âmbito logístico da empresa (transporte e armazenagem) mas por muito tempo, isso ocorria da seguinte forma, o consumidor comprava o produto na loja física do vendedor e por não ter uma viabilidade para transporte no momento da compra, se estipula com o vendedor, um prazo máximo de dias para a chegada do produto

Mas essa realidade nas últimas décadas, em especial a partir de 2020, ano em que infelizmente surgiu a COVID-19 e que fez com que todos ficassem em casa, dificultando assim o ato de ir a uma loja física, para que não se aglomere, desde então, foram criadas diversas lojas virtuais que dispunham seu catálogo em um site ou rede social, o consumidor realizava o pagamento e a empresa realizava a entrega do produto ou serviço na residência do cliente.

Uma das problemáticas que sempre existiram, e que hoje não é diferente, é o atraso no prazo estipulado de entrega, isso gera muito estresse para o consumidor, pois muitas vezes deixa de realizar afazeres para ficar em casa e isso fica ainda pior quando não há nenhum feedback por parte do vendedor, antemão posso lhe informar que essa conduta é uma quebra do direito do consumidor, logo está passível de multa perante a lei.

untitled design 2023 08 28t182929.086

E-commerce: entrega a domicílio

E-commerce é o termo usado para descrever o que chamamos de lojas virtuais, nelas como falado anteriormente, tem como princípio de funcionamento, realizar a aquisição do produto de forma virtual e o produto é entregue em um determinado prazo em sua casa.

Esse é um bom ponto de partida para começarmos a debater sobre o atraso na entrega e o quanto isso fere o direito do consumidor, pois é um mercado novo para muitas pessoas e pouco debatido com a perspectiva jurídica.

É importante destacar que, independente se uma loja é virtual ou física, ambas se denominam como PJ (pessoas jurídicas), logo estão dentro do mesmo regime, claro que por serem canais de vendas distintos, existem especificações diferentes, no que diz respeito a algumas temáticas, mas quando o assunto é direito do consumidor atraso na entrega, ambas devem dispor para seus clientes todos os seus direitos.

Não estipular data de entrega

Do ponto de vista jurídico, é inadmissível que uma empresa deixe de estipular qualquer data para que seja entregue o produto ou serviço requisitado, pois, isso faz com que o cliente fique refém do vendedor e não se sabe quando obterá concretamente o seu produto, o artigo que respalda o consumidor nesses casos e obriga o vendedor a estipular um prazo para a entrega é o 39 (XII):

Artigo 39 – “É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas:

 

 XII – deixar de estipular prazo para o cumprimento de sua obrigação ou deixar a fixação de seu termo inicial a seu exclusivo critério

 

Entrega em data não prevista no acordo

 

Partindo do ponto em que se foi estipulado uma data com o vendedor para a entrega do produto/serviço, que é o correto perante a lei, como vimos no artigo 39(XII), o fornecedor entregar a encomenda em uma data não estipulada no período em que se foi acordado ou sem qualquer aviso prévio, para que o consumidor  se prepare para receber a entrega, isso também constitui uma violação do direito do consumidor relacionada ao atraso na entrega.

Isso porque houve uma quebra direta do contrato, partindo do ponto que se foi estipulado um prazo de comum acordo entre as duas partes, quando uma das duas, deixa de cumprir a sua parte do acordo, estará  passível a multa perante a lei, o artigo que garante isso ao consumidor, também está no artigo 39 (III):

 III – “enviar ou entregar ao consumidor, sem solicitação prévia, qualquer produto, ou fornecer qualquer serviço”. 

untitled design 2023 08 28t183334.159

Recusa do cumprimento da oferta

Algo bem comum, tanto no E-commerce, quanto em uma loja física, é o marketing, cuja função é atrair o cliente para que se compre um determinado(s) produto(s) e isso é algo plenamente legal perante a lei, além de ser uma grande estratégia de vendas.

Mas o que não pode ocorrer de forma alguma, é o vendedor se recusar a vender o produto que foi estipulado na oferta oferecida pelo marketing, pois ao mesmo tempo que muitas vezes o comerciante sabe que terá uma certa diminuição no lucro ao vender o produto mais barato, sabe-se que haverá mais freguesia e essa deve ser a consequência natural desse ato estratégico, e não, em hipótese alguma se aproveitar de uma falsa propaganda, para vender o produto em um valor contrário ao que se prometeu a vender na oferta.

Outro cenário muito frequente nesse tipo de caso, é o comerciante estar apresentando um determinado produto ao seu cliente e ao ver que não está tendo um grande retorno pelo seu cliente, estipula um desconto de última hora para conseguir vender e isso muda a visão do consumidor,e ele decidi comprar, mas ao chegar na hora do pagamento, o valor a ser pago é o inicial, seja por falha na comunicação com o caixa, ou seja, somente para tentar ludibriar o seu cliente, além de uma falha de conduta ética, isso é uma infração perante a lei, pois não respeita o direito do consumidor, previsto no artigo 35:

art.35 – “Se o fornecedor de produtos ou serviços recusar cumprimento à oferta, apresentação ou publicidade, o consumidor poderá, alternativamente e à sua livre escolha:

     I – exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos da oferta, apresentação ou publicidade;

     II – aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente;

     III – rescindir o contrato, com direito à restituição de quantia eventualmente antecipada, monetariamente atualizada, e a perdas e danos”.

Sendo assim, em outras palavras, no ponto de vista prático, o consumidor tem três principais opções, obrigar o vendedor ou fornecedor, a cumprir com a sua oferta inicial, caso contrário, o consumidor tem como direito reivindicar no ato seu direito, seja no ato ligando para as entidades públicas que defendem o consumidor/cidadão (procon).

Outra possibilidade, é reivindicar um outro produto/serviço, com preço equivalente ao que se foi estipulado na oferta, em termos bem prático, isso é algo mais frequente, pois normalmente existem diversos outros produtos que se encontram naquele valor, mas que sempre valeram aquela determinada quantia e satisfaz os lucros previstos pelo comerciante.

E o último caso, esse em específico, quando se foi estipulado um contrato de compra do  produto e o vendedor, não cumpri com seu lado do contrato estipulado no momento da oferta(venda), nesses casos, o consumidor deve acionar um advogado, para que se inicie o processo de rescisão de contrato, para que se tenha todos os seus direitos ofertados, de acordo com a lei.

Todos os benefícios que a Easyjur pode dispor para os advogados em casos de descumprimento dos direitos do consumidor atraso na entrega. 

No momento atual em que vivemos, a praticidade deve fazer na vida de qualquer profissional, isso fica ainda mais evidência, quando se é exigido, um grau muito alto de organização e funções a ser exercida, esse é o cenário que todos os advogados do Brasil e do mundo se encontra, visto que são muitos papéis para serem protocolados e colocados em ordem, pensando em toda essa dificuldade encontrada pelos advogados e toda sua equipe, com o intuito de ajudá-los, a Easyjur desenvolveu um software.

Com isso, todas as tarefas exercidas pelo advogado ficam mais práticas, visto que em todas as suas atribuições, esse software, disponibiliza diversos modelos para facilitar sua vida, além de disponibilizar, espaços de armazenamento dos respectivos documentos de no mínimo 40GB.

E no caso de um processo referente ao descumprimento dos direito do consumidor  atraso na entrega que o consumidor deve ter a sua disposição, esse software auxilia e otimiza completamente todo o trabalho por parte do advogado nesse tipo de caso, pois além de conseguir armazenar devidamente todos os arquivos voltados ao processo, disponibiliza todas as ferramentas necessárias de forma completamente otimizada.

Então você advogado, não perca mais tempo e confira todos os planos que a Easyjur tem para lhe oferecer, caso esteja com dúvida do real potencial que esse software tem para lhe oferecer, nossa equipe disponibiliza 14 dias totalmente gratuitos, então, não perca essa oportunidade e otimize seu trabalho com o Easyjur.

 

Nosso Compromisso com o seu sucesso

Pessoas

Conectamos advogados, simplificamos processos e impulsionamos a transformação digital

Processos

Com metodologia ágil, simplificamos a gestão e fortalecemos a justiça, gerando resultados exponenciais

Tecnologia

Automatizamos tarefas, impulsionamos a eficiência e oferecemos soluções inovadoras

pri vini easyjur

Planos Easyjur

O plano perfeito para você!

Solução completa para tornar sua Advocacia mais ágil e lucrativa

Growth Plus

Para grandes escritórios avançado
pague no cartão de crédito e ganhe até R$1.500 em cashback

R$

2799

/mês
200GB Docs em Nuvem
4.000 Processos Monitorados
05 Advogados Intimações
30 Usuários Inclusos
200.000 Tokens Juris.ai
20.000 Tokens Análise de Prazos e Elaboração de Propostas com IA
Conta Digital Grátis
TUDO DO GROWTH +
Suporte VIP
Editor Legal Design
Relatórios Avançados
Acesso para clientes ilimitado
Peticionamento Automático (em breve)
SmartDocs.ai Copilot (em breve)

Growth

Para médios escritórios em crescimento
pague no cartão de crédito e ganhe até R$1.000 em cashback

R$

1699

/mês
80GB Docs em Nuvem
2000 Processos Monitorados
03 Advogados Intimações
15 Usuários Inclusos
100.000 Tokens Juris.ai
8.000 Tokens Análise de Prazos e Elaboração de Propostas com IA
Conta Digital Grátis
TUDO DO STANDARD +
Legal Analytics Tool
Cálculos Monetários
Cobranças Personalizadas
Automação de Faturamento
Campos Personalizados
500 Acessos para clientes
EasyJur.ai Copilot (em breve)

Standard

Para médios escritórios
pague no cartão de crédito e ganhe até R$700 em cashback

R$

599

/mês
40GB Docs em Nuvem
800 Processos Monitorados
02 Advogados Intimações
10 Usuários Inclusos
50.000 Tokens Juris.ai
5.000 Tokens Análise de Prazos e Elaboração de Propostas com IA
Conta Digital Grátis
TUDO DO PREMIUM +
Workflow de Tarefas Ágil
Gamificação de Atividades
TimeSheet Dinâmico
Controle Orçamentário
Gestão Estratégica
200 Acessos para clientes
Assinatura Digital (em breve)

Premium

Pequenos Escritórios
pague no cartão de crédito e ganhe até R$500 em cashback

R$

389

/mês
30GB Docs em Nuvem
300 Processos Monitorados
01 Advogado Intimações
05 Usuários Inclusos
20.000 Tokens Juris.ai
3.000 Tokens Análise de Prazos e Elaboração de Propostas com IA
Conta Digital Grátis
TUDO DO START +
Gestão Financeira
Automação de Documentos
Demandas Consultivas
LCRM e Gerador de Propostas
100 Acessos para clientes
*Website Integrado Legal CRM
Captação de clientes com Google Ads (em breve)

Start

Advogados solo
pague no cartão de crédito e ganhe até R$300 em cashback

R$

129

/mês
5GB Docs em Nuvem
100 processos monitorados
01 Advogado Intimações
02 Usuários Inclusos
5.000 Tokens Juris.ai
1.000 Tokens Análise de Prazos com IA
Jurisprudências Integradas
Processos Ilimitados
Dashboard
Juris.ai
Agenda
Pessoas
Processos e Casos
Movimentações
Categorias
Materiais Gratuitos