Intimação judicial: Tudo que um advogado precisa saber sobre estas intimações

3 (11)

04/11/2022

Sumário

Existe uma grande variedade de termos e conceitos que são utilizados no mundo e mercado jurídico, os quais visam se referir a alguns atos e ações extremamente importantes para o bom funcionamento de tais áreas. Um grande exemplo destes termos, são as intimações, principalmente a intimação judicial, a qual é citada em praticamente todos os processos jurídicos. Entretanto, alguns advogados e clientes ainda possuem certas dúvidas sobre estas intimações, e para acabar com este problema, nós da equipe EasyJur resolvemos explicar a mesma no artigo a seguir.

Mas o que significa intimação?

Antes de tudo, devemos partir do princípio, portanto, resolvemos explicar o significado e definição de intimação, para assim, podermos partir para as informações referentes a intimação judicial, um dos tipos que mais causam dúvidas entre a população e até mesmo em alguns advogados. De maneira geral, uma intimação pode ser resumida como uma notificação, a qual é enviada a todos os envolvidos de um determinado processo, e essa notificação se refere a algum ato processual, podendo ser tanto do passado quanto do futuro. Sem as intimações, se tornaria extremamente complicado manter a transparência e legalização dos processos jurídicos, já que tal recurso possui o intuito de informar a outra parte sobre determinada ação, para que assim, ela decida qual contraposição ela irá tomar. Por exemplo, imagine que uma das partes do tribunal entrou com uma prova que comprove o seu ponto, algo que a outra parte estava negando. Com isso, será enviado uma intimação para a outra parte, para que assim, ela se prepare para mostrar uma prova que comprove o seu ponto, deixando de lado o que foi mostrado pela outra parte.

E qual o significado de intimação judicial?

Com isso, agora você já está preparado para descobrir o que significa a intimação judicial em si, algo que é extremamente importante, já que na grande maioria dos processos jurídicos na atualidade, este tipo de intimação é solicitada e enviada por alguma das partes, e caso isso aconteça contra você, é necessário estar preparado para lidar com a mesma. Felizmente para todos, a intimação judicial possui uma definição e objetivos extremamente simples, já que ela foi desenvolvida para garantir que todos os processos jurídicos terão o devido andamento, respeitando a legislação e direito de todos. Como cada processo funciona de uma maneira, respeitando as duas partes e as provas citadas até o momento, sempre que uma ação precisar ser realizada, é enviada uma intimação judicial, informando as partes (réu ou autor) o que deverão fazer para dar procedência e a data limite de tal ação.

Entenda a diferença entre intimação judicial e extrajudicial

Outro ponto que costuma ocasionar inúmeras dúvidas em relação às intimações judiciais, como você já deve ter imaginado, são as suas relações e similaridades com as intimações extrajudiciais, entretanto, é um fato que são dois tipos distintos de intimações, portanto, esta confusão não pode continuar acontecendo, e para dar um fim nesta situação, separamos as principais diferenças entre estas duas intimações.

Judicial

A intimação judicial é considerada por muitos como o tipo de intimação mais comum que tende a acontecer em todos os processos jurídicos, já que se trata somente de uma notificação enviada pelo próprio juiz, onde os envolvidos receberão as informações e avisos sobre quais ações eles precisarão tomar e realizar no momento.

Extrajudicial

Diferentemente da intimação judicial, a extrajudicial se refere diretamente a uma prova, e não a uma notificação ou aviso. Por exemplo, uma carta de cobrança de certa dívida pode ser utilizada como uma intimação extrajudicial.

Qual é o prazo para intimação?

É fundamental se atentar aos prazos das intimações, para assim, nunca ultrapassá-los ou desrespeitá-los, pois estas ações podem complicar e muito a situação do seu processo jurídico, e em algumas vezes, até mesmo fazer você perdê-lo. Pode-se dizer que existem duas formas para se contar o prazo de uma intimação, sendo elas:
  • Após 48 horas em casos em que o comparecimento a juízo decorrente de alguma intimação foi solicitado e enviado como obrigação;
  • Cinco dias em casos que a intimação determinou algum ato de comparecimento.
Com isso, finalmente pode ser afirmado que você já está por dentro de todas as informações que se referem diretamente à intimação judicial, portanto, está preparado para lidar com os processos jurídicos que envolvem este tipo de intimação.

Automatize suas demandas jurídicas para seu escritório lucrar 10x mais

teste de 14 dias

Automatize suas demandas jurídicas para seu escritório lucrar 10x mais

teste de 14 dias
Você também pode gostar
25/11/2022