logo mes do consumidor

30% OFF nos planos

+ 20% OFF na implantação estratégica

Para aproveitar o ÚNICO SOFTWARE JURÍDICO com IA de verdade

Blog

[MODELO] Pedido de interdição por curatela – Mal de “déjà vécu”

CURATELA – INTERDIÇÃO – ART. 747 – NOVO CPC

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ____________ DA COMARCA DE __________________ – ___

Pular 10 linhas

____________ brasileiro, casado, profissão ____________, inscrito no CPF sob nº _________, e RG _________, residente e domiciliado na Rua ____________, na Cidade de _________ – UF, por seu advogado infra-assinado (doc. 01), com escritório situado nesta cidade, à Rua ________, nº___, Bairro ____, onde recebe intimações e avisos, vem, à presença de V. Ex,ª, nos termos dos arts. 747 e ss. Do CPC/2015, ajuizar a

INTERDIÇÃO

de ____________ brasileiro, solteiro, profissão ____________, inscrito no CPF sob nº _________, e RG _________, residente e domiciliado na Rua ____________, na Cidade de _________ – UF, em vista das seguintes razões de fato e de direito:

Conforme certifica o atestado médico em anexo, o irmão do requerente, acima citado, é portador do mal de "déjà vécu", Neurose Psíquica que consiste em ilusão epiléptica que representa ausência de crítica, e durante a qual o indivíduo interpreta mal as situações que para ele, tem características anormalmente familiares, estando incapacitado para o desempenho das atividades da vida diária e do trabalho.

Cabe ainda ressaltar, que o irmão do requerente já vive há mais de 20 anos sob sua responsabilidade, morando em sua casa, uma vez que ele não tem outros parentes com condições de abrigá-lo, inclusive o irmão do requerente não tem recursos para sua própria sobrevivência, e o motivo do presente pedido se prende ao fato de que o INSS exige a curatela para deferir o benefício do amparo assistencial.

Diante do Exposto, requer-se:

A citação dos interessados, em especial do MP (cf. art. 178 do CPC/2015 c/c artigo 752, § 1º, do mesmo código) e do interditando para que se manifestem no prazo legal.

A citação do interditando será também para, em dia designado, comparecer perante V. Exª, para que seja entrevistado minuciosamente, cf. art. 751 do CPC/2015.

Após cumpridas as formalidades legais, seja decretada a sua INTERDIÇÃO, pela impossibilidade do desempenho das atividades normais de sua vida, deferindo ao requerente, a curatela, concedendo ao requerente o benefício almo da JUSTIÇA!

Requer-se ainda, com fulcro nos arts. 98 e ss. Do CPC/2015, que V. Exª, conceda o benefício da assistência judiciária gratuita, eis que o requerente não possui condições de arcar com as despesas processuais, sem prejuízo do sustento próprio.

Protesta o Autor pela produção de todas as provas em direito admitidas.

Valor da causa: R$ ______, para fins de alçada.

Nestes termos,

Pede deferimento.

[Local] [data]

__________________________________

[Nome Advogado] – [OAB] [UF].

Faça o Download Gratuito deste modelo de Petição

Compartilhe

Ação não permitida

Categorias
Materiais Gratuitos