logo comece 2024 easy

Conheça a inteligência artificial que lê publicações

Inteligência Artificial de verdade, que lê publicações, fornece resumo, recomenda ações e sugere o prazo aplicável.

Blog

[MODELO] Afastamento Temporário de um dos Cônjuges da Morada do Casal pelo CPC, art. 888, VI

Afastamento Temporário de um dos Cônjuges da Morada do Casal. (CPC, art. 888, VI) (sem correspondente)

EXMO. SR. DR. XXXXXXXXXXXX DE DIREITO DA VARA DE FAMÍLIA

HELVIA AGRIPINA, brasileira, casada, funcionária pública, residente e domiciliada na Rua das Américas, 1.892, pelo procurador signatário, nos termos do mandato incluso, com escritório profissional na Rua Independência, 1.822, onde recebe intimações, vem, respeitosamente, à presença de V. Exa., com amparo no art. 223, do Código Civil Brasileiro e nos termos dos arts. 294 NCPC, 888 inciso VI e 889, parágrafo único, do Código de Processo Civil (sem correspondente), requerer a presente medida cautelar de SEPARAÇÃO DE CORPOS, contra seu esposo LÚCIO SÉRGIO, brasileiro, funcionário público, residente e domiciliado no mesmo endereço da requerente, em razão dos fatos que passa a expor:

1.- A requerente é casada com o requerido, pelo regime da comunhão de bens, tendo o enlace se realizado em …/…/…, conforme certidão inclusa.

2.- A requerente irá aXXXXXXXXXXXXar ação de separação judicial, fundada no art. 5º, caput, da Lei nº 6.515/77 pois, conforme provará oportunamente nos autos da futura ação, o requerido descurou-se gravemente dos deveres matrimoniais, mantendo conduta desonrosa e tornando insuportável a comunhão de vida entre os cônjuges. Ademais, a espanca com relativa freqüência, tendo mesmo, no dia de ontem, lhe causado lesões corporais que foram devidamente comprovadas por laudo médico e pela certidão de ocorrência policial que instruem o presente pedido.

3.- Teme, pois, a requerente, por sua própria integridade física e a de seus filhos menores, urgindo, pois, que obtenha a necessária autorização para deixar o lar conjugal, sem que, depois, se lhe possa imputar deserção injusta.

Em vista do exposto, requer a V. Exa., com fundamento nos dispositivos legais preambularmente invocados, e estando presentes o "fumus boni juris"e o "periculum in mora", seja deferida LIMINARMENTE a medida, sem ouvida da parte contrária, citando-se após o requerido para contestar, caso queira, o presente pedido, inquirindo-se em audiência as testemunhas no fim arroladas, que deverão ser intimadas, deferindo-se, a final, a medida cautelar com expedição do competente alvará, para que a requerente deixe a moradia do casal, juntamente com os filhos Caio Mario e Cesar Augusto, e vá residir em companhia de seus pais, como julga ser mais conveniente.

Requer, ainda, a condenação do requerido no pagamento das custas processuais, honorários advocatícios e demais cominações legais.

Rol de testemunhas:

1.- …………………….

2.- …………………….

3.- …………………….

Valor da causa: R$ …,..

Nestes termos

Pede deferimento.

Local e data.

Assinatura do procurador.

Faça o Download Gratuito deste modelo de Petição

Compartilhe

plugins premium WordPress
Categorias
Materiais Gratuitos