logo comece 2024 easy

Conheça a inteligência artificial que lê publicações

Inteligência Artificial de verdade, que lê publicações, fornece resumo, recomenda ações e sugere o prazo aplicável.

Blog

[MODELO] Ação de Cobrança de Título Extrajudicial – Cheque devolvido por insuficiência de fundos

Exmo. Sr. Dr. XXXXXXXXXXXX de Direito do __ XXXXXXXXXXXXado Especial Cível Regional – RJ.

Proc. nº ____________/03

Havendo uma injustiça em algum lugar, esta, afetará a justiça em toda a parte..

Martim Luther King

, por seu Patrono “in fine”, com escritório sito à Rua, local onde receberá avisos e notificações, vem perante V.Exª, propor a presente

Ação de Cobrança

De

Titulo Extrajudicial

Em face de :

, brasileiro, comerciário, Idt, com endereço na Rua, com fulcro nos artigos 566 e seguintes do Código de Processo Civil, com as alterações introduzidas pela Lei nº 8.953/98, pelos motivos que passa a expor.

Das Publicações e Intimações

Inicialmente, requer que todas as publicações e intimações sejam feitas no nome do Dr., para o mais efetivo controle dos atos processuais advindo deste D. Juízo.

Dos Fatos e Fundamentos

1 – Ilustre Julgador, o Autor, vendeu ao Réu o veículo de sua propriedade FIESTA FORD – Importado ano 1995 – Placa , pelo preço ajustado de R$ 5.500,00, recebendo do Réu, apenas o importe de R$ 1.000,00, sendo que os restantes R$ 8.500,00, foram representados pelo cheque abaixo descriminado, o qual é o título extrajudicial em apreço, a saber:

  • Cheque nº. – Banco 000- SUDAMERIS – Ag. 000 C/C.000 – Valor R$ 8.500,00 (quatro mil e quinhentos reais).

2 – Ocorre MM. Dr. XXXXXXXXXXXX, que o cheque – Título Extrajudicial -, ora em apreço, foi devolvidos pelo banco sacado, tendo como motivo os preceitos da alínea 11 e 12 – que trata da insuficiência de fundos.

3 – Assim, diante da inadimplência do Réu, visto que o mencionado Título não foi satisfeito oportunamente, e, todos os meios suasórios foram utilizados, sem que obtivesse o Autor êxito necessário.

8 – É de bom alvitre traz ao conhecimento deste Ínclito Julgador, que, o Autor, resistiu ao máximo, a pedido do réu que não propusesse a presente ação, isto até o mesmo de Maio/2003, sob a alegação de que no máximo em 30 de Maio de 2003, resgataria o cheque com as devidas correções, o que não fez, mais uma vez, utilizando-se de respostas evasivas e protelatórias.

5 – Em razão de tais fatos, constitui-se documento Exequível pelo caminho do Poder Judiciário, consoante o artigo 585, I, do Código de Processo Civil.

6 – Em conformidade com o artigo 618, inciso II, do Código de Processo Civil, com a redação determinada pela Lei nº 8.953, de 13 de dezembro de 1998, apresenta, em anexo, o demonstrativo do débito, corrigido monetariamente e de juros legais.

7 – Por complemento, deve ser inserido o percentual de honorários advocatícios, estes ao sábio arbítrio de V. Exª, com fulcro no Art. 20 do CPC.

Titulo

Banco

data

valor

Multa

C. Monet.

juros

Total

Ch. n.º

Sudameris

20/12/02

8.500,00

8.590,00

0,9291

6%

8.910,60

Total Geral do Débito em Real R$ 8.910,60 Em UFIR 3.618,99

8 – Além da dívida liquida e certa acima, deverá a parte Ré, indenizar o Autor em danos morais, eis que, teve o mesmo, seus compromissos pessoais afetados, bem como, teve que reduzir o seu capital de giro, eis que, sobrevive de compra e venda de veículos, com fulcro nos preceitos legais abaixo relacionados, a saber:

Art. 159, Art. 1.056, Art. 1.059 e Art. 1.518, todos do Código Civil Brasileiro e ainda com base no que estatui o Art. 5, inc. X da Carta Magna Vigente, cabe o pedido de condenação da em perdas e danos materiais e morais.

9 – Sendo certo que o Autor usou todos os meios suasórios para solucionar o problema, não obtendo êxito. Desta forma encontra-se a parte Ré, resistindo em honrar com seu compromisso não restando outro caminho senão buscar a tutela jurisprudencial, em permanecendo, inclusive, estará o mesmo sujeito às sanções da Insolvência Civil.

10 – Esclarece o Autor, que no caso da presente Reclamação não surtir seus devidos e legais efeitos, será oferecida representação da prática delituosa contida no Art. 171, § 2º inciso IV do Código Penal Brasileiro à Autoridade Policial, para fins de abertura de Inquérito Policial e aplicação das sanções penais cabíveis.

Do Pedido

Isto posto, é o bastante para requerer a V. Exª., para, data vênia, requerer:

A – Seja citado a parte Ré para comparecer à Audiência de CONCILIAÇÃO a ser designada por este D. Juízo, com o intuito de conciliar quanto ao débito, devidamente ratificado, primeiro pela emissão do cheque,. Na impossibilidade de conciliação requer, seja a audiência transformada em AIJ, devendo a parte Ré oferecer defesa sob pena de confissão quando à matéria fáctica.

B – Caso não haja conciliação, requer desde, seja a parte Ré, condenada em Perdas e Danos, no “quantun” V.Exª achar por bem arbitrar, devendo ser satisfeito os direitos do Autor, com juros e correções conf. preceitua a Lei.

C – Em havendo execução, requer desde já, seja a mesma levada a efeito porta a dentro, com amparo nos precitos do Art. 172 § 2º do CPC.

D – Protesta pela juntada de novos documentos se necessário for, conforme preceitua o Art. 303, I do CPC.

Dá-se à causa o valor de R$ 8.910,60, para efeitos fiscais.

Nestes termos,

pede deferimento.

Faça o Download Gratuito deste modelo de Petição

Compartilhe

plugins premium WordPress
Categorias
Materiais Gratuitos