Veja algumas ferramentas de marketing digital que ajudará seu escritório de advocacia

TUTORIAIS EASYJUR – MÓDULO 3 – PUSH E ANDAMENTOS
September 30, 2019
Show all

Veja algumas ferramentas de marketing digital que ajudará seu escritório de advocacia

O advento da internet possibilitou o surgimento de inúmeros canais, mídias e recursos de divulgação. De acordo com dados do Google, são mais de 100 bilhões de pesquisas feitas por dia no site de buscas; no Brasil, cerca de 100 milhões de pessoas passam 9 horas por dias conectados, especialmente nas redes sociais.

 É nesse contexto de uso exponencial das plataformas online, que o marketing digital aparece como uma ferramenta importante para todos os tipos de empreendimentos.

O marketing digital consiste em um conjunto de atividades que uma empresa realiza em ambientes online, reunindo esforços para atrair clientes, criar ofertas, realizar negociações e fornecer informações sobre determinados produtos e atividades relacionadas. 

Dessa forma, é possível oferecer uma grande multiplicidade de mercadorias e trabalhos, desde instalações industriais até prestações de serviço na área de advocacia.

No caso específico do âmbito jurídico, ou seja, o marketing para advogados e escritórios de advocacia, pode-se investir no chamado “Marketing Jurídico Digital”, que oferece grandes possibilidades de sucesso para as empresas.

Vale ressaltar que essa espécie de subgrupo do Marketing Digital surgiu pela necessidades das advocacias que se fazerem presente no mundo online, no entanto, o diferencial está nas determinações da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), que estabelece um código de ética específico para o uso das mídias digitais.

A aplicação do Marketing Jurídico Digital para escritórios e advogados

Como qualquer atividade no âmbito jurídico, o marketing digital para escritórios de advocacia e advogados necessita de um planejamento estratégico, isto é, um projeto objetivo, claro e informativo sobre as ações adotadas para atingir um determinado objetivo. Na Publicidade, um conceito que ajuda muito na hora de elaborar o plano é colocar em prática os 8 P’s do Marketing, que são:

  1. O produto;
  2. O preço;
  3. A praça;
  4. A promoção;
  5. O posicionamento;
  6. As pessoas;
  7. Os processos;
  8. A performance.

O produto diz respeito a qual serviço/item a empresa oferece. Por exemplo, existem escritórios de advocacia especializados em verificar e elaborar relatório ambiental simplificado (RAS), que é um estudo solicitado pelos órgãos envolvidos em processos de licenciamento ambiental, para avaliação de viabilidade na construção de empreendimentos. Nestes casos, o serviço deve ser bem descrito, para que empresas interessadas no RAS possam procurar o escritório de advocacia.

Já o segundo item, o preço, diz respeito ao valor cobrado pelo trabalho. O código de ética da OAB não permite a divulgação de custos dos serviços de advogados, no entanto, é possível fazer com que os clientes entendam a precificação envolvida na atividade e, assim, compreender um investimento justo.

A praça refere-se à colocação no mercado – não fisicamente, mas no mundo digital. Para isso, é preciso conhecer mais sobre o público. Quer dizer, se grande parte dos clientes do escritório de advocacia se informa via e-mail, a melhor alternativa pode ser planejar estratégias de marketing para esse tipo de  mídia.

A promoção é a visibilidade do trabalho no mundo digital. A estratégia está em responder algumas perguntas, como por exemplo, “quem está interessado no serviço do escritório?”, ou “qual a sazonalidade do serviço oferecido?”. Essas questões ajudam a criar conteúdos relevantes para os advogados e orientar a divulgação para o público.

O posicionamento diz respeito da forma de se comunicar com o público e os clientes. No caso de um escritório de advocacia especializado em serviços de despachante internacional, com a elaboração de documentos para exportação, é essencial divulgar informações sobre o mercado, economia e política, que são assuntos interessantes para o público-alvo.

As pessoas também se relacionam diretamente com o posicionamento, pois as estratégias de marketing devem estar alinhadas com os valores da empresa, bem como com os dos clientes. Daí a importância de conhecer o perfil do público para a elaboração da proposta.

A parte de processos consiste nas atividades envolvidas no marketing digital para o escritório de advocacia. Isto é, quais são as principais ferramentas para divulgação, quem irá produzir o conteúdo, quais serão os temas, qual a frequência de atualização, entre outros aspectos. Pode ser interessante para um escritório de advocacia em gestão de condomínios informar regras para pintura de fachada e se há normas que constam em ata.

Por fim, a performance refere-se aos resultados obtidos nas estratégias do Marketing Digital Jurídico. Para isso, é necessário avaliar as métricas e perceber se os objetivos estão sendo alcançados.

Ferramentas de Marketing Digital para escritórios de advocacia

O Marketing Digital é uma estratégia muito eficiente para atrair novos clientes e fidelizar parcerias. Porém, em um mercado competitivo e em constante crescimento, é indispensável investir em ferramentas digitais de qualidade e, ainda, oferecer um conteúdo relevante para o público. Sendo assim, existem algumas medidas que podem ajudar muito os escritórios de advocacia e os advogados.

Whatsapp Business

Atualmente, grande parte da comunicação é feita por meio de aplicativos online, como o whatsapp. No caso da comunicação do advogado com o cliente, ela deve ser pautada na ética, no dever de urbanidade e na clareza da informação – e isso também vale para as conversas por aplicativos.

Nesse sentido, a versão profissional do whatsapp, o Whatsapp Business pode ajudar na interação com os clientes, de forma automatizada e organizada. Além disso, o advogado pode separa a sua vida pessoal da profissional – o usuário pode definir horários de atendimento e os assuntos que podem ser tratados no whatsapp.

Páginas do Facebook

As páginas do Facebook são uma ótima fonte de informação para os clientes, que podem conhecer o escritório de advocacia e, além disso, ser uma forma de promover a credibilidade da empresa. 

Uma estratégia eficiente é falar sobre o escritório e disponibilizar conteúdos sobre dúvidas, esclarecendo questões dos clientes. A abordagem dos assuntos também deve ser atual, para aumentar ainda mais a visibilidade da página.

O Facebook também permite uma mescla de formatos, como vídeos, fotos e textos. Assim, caso o escritório de advocacia queira tratar de um assunto muito específico, sobre as normas que regem um depósito de areia, ao invés de escrever um texto com palavras técnicas, é possível produzir um vídeo ou ilustração.

E-mail Marketing e Newsletter

A newsletter é uma publicação fixa da empresa para os clientes e potenciais clientes. Ela é enviada por e-mail, mas também há a possibilidade de envio pelo whatsapp business, boletins informativos, entre outros. O formato da newsletter é semelhante a um jornal ou revista, pois tem periodicidade, linha editorial e visual.

O foco principal da newsletter é distribuir conteúdos, não vendas. Para os advogados, é possível enviar comunicados sobre audiências e processos, além de informações sobre o mercado, aspectos jurídicos, direitos autorais, propriedade intelectual e outros temas da área de interesse.

Na área de Direito Comercial, por exemplo, é essencial que os clientes do escritório de advocacia saibam as regras específicas para a impressão de código de barras. Sendo assim, pode ser interessante divulgar informações sobre tipos de impressora de código de barras, bem como as normas técnicas envolvidas para a impressão.

Outro exemplo diz respeito às exigências para que o comércio possa funcionar perante a lei. Sendo assim, informações sobre emissão de notas fiscais, pagamento de impostos sob mercadorias e formas de autenticação devem ser disponibilizadas aos clientes, bem como a importância de um equipamento sat.

Além disso, a newsletter e o e-mail marketing ajudam a incrementar o currículo dos advogados. Uma das atividades desses profissionais é produzir artigos relevantes para o meio jurídico e buscar a publicação dos materiais em revistas científicas, jornais, blogs ou sites. Dessa forma, o envio de newsletter e do e-mail marketing pode ajudar no contato com parceiros, editoras e portais jurídicos. Isso ajuda a manter a reputação dos advogados no meio jurídico.

LinkedIN

O LinkedIN é a maior rede social de negócios de todo o mundo, presente em mais de 200 países. O Brasil é o terceiro maior mercado na plataforma, com mais de 29 milhões de usuários. Lá, é possível encontrar todos os tipos de serviços, empreendimentos e empresas, além de ser um canal eficiente para divulgação de informações e oferta de empregos.

Assim, é importante que os advogados tenham um perfil no LinkedIN e os escritórios, uma página. Para isso, é necessário manter uma periodicidade de divulgação, aumentar a rede de contatos e manter as redes atualizadas.

Vale ressaltar a importância de orientar os conteúdos também no LinkedIN. Ou seja, se um escritório de advocacia trabalha com normas técnicas para indústria de medicamentos, cosméticos e na área medicinal, pode ser interessante alinhar temas que dizem respeito a equipamentos como freezer para laboratório, vidrarias e aparelhos de armazenamento.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

QUER FAZER PARTE DA ADVOCACIA DO FUTURO?

Solução completa para gestão do jurídico inteligente

Clique aqui para falar pelo WhatsApp!

Ou ligamos pra você :D