Utilizando o Watson da IBM no desenvolvimento de soluções na área jurídica

Advocacia 4.0 – Os 7 benefícios do Software de gestão
November 27, 2017
Indicadores de desempenho: saiba como implementar no seu escritório de advocacia
December 11, 2017
Show all

Utilizando o Watson da IBM no desenvolvimento de soluções na área jurídica

Em meio aos inúmeros desafios da atual sociedade e a escassez do tempo para dar conta de realizar as atividades do dia a dia, surgem diversas tecnologias para contribuir com a atuação dos profissionais que prestam serviços jurídicos.

Uma das mais inovadoras e eficazes é o Watson da IBM, uma plataforma de serviços cognitivos. Quer saber suas vantagens para a área jurídica? Continue a leitura!

O que é o Watson da IBM?

O sistema de computação cognitiva da IBM, o Watson, é capaz de entender, raciocinar e responder a diversas perguntas num piscar de olhos. Ao analisar milhões de arquivos em poucos segundos, o sistema propõe quais decisões devem ser tomadas, sugere leitura de artigos e indica, por exemplo, jurisprudências.

O resultado disso é mais agilidade, precisão nas análises dos dados, redução de custos, integração das informações e inúmeras outras vantagens que favorecem uma atuação ainda mais estratégica dos profissionais — aspecto fundamental para proporcionar diferenciação e competitividade em qualquer área.

Nesse contexto de avanços tecnológicos, surgem também as lawtechs ou legaltechs que são startups cujo core está diretamente relacionado a oferta de soluções que agregam tecnologia a procedimentos jurídicos. Dentre as atividades das tecnologias oferecidas estão a coleta de dados, execução de cálculos, emissão de relatórios gerenciais, automação de documentos, entre outras.

As características e potencialidades da tecnologia e seus recursos geram, muitas vezes, insegurança aos advogados que receiam serem substituídos por máquinas. Entretanto, contrariamente, a proposta destas inovações no setor é oferecer auxílio em atividades menos complexas e deixar ao profissional as tarefas que de fato demandam produção intelectual e o relacionamento com seus clientes.

Para compreender melhor este cenário, suas potencialidades, os benefícios e os aspectos inovadores quando aplicado na área jurídica, convidamos você a continuar a leitura deste artigo. Afinal, sistemas inteligentes como o Watson são excelentes alternativas para a área jurídica e muitos escritórios de advocacia vêm aderindo.

Como utilizar o Watson no dia a dia do escritório jurídico?

Na prática, graças a algoritmos complexos de inteligência artificial baseados em redes neurais e na tecnologia de aprendizagem, o Watson da IBM compreende emoções, ouve sons (linguagem, entonação e timbre), interpreta textos e imagens e, a partir disso, oferece contribuições a diversas áreas, tais como: medicina, educação, comércio e jurídica.

O processo de compreensão do Watson ocorre da análise de uma quantidade massiva de informações e a sua correlação. Além disso, o sistema possui uma capacidade incrível de aprender (machine-learning) a partir dos exemplos das interações humanas — daí que surge o nome computação cognitiva — e por isso, quanto mais for utilizado e fomentado, mais precisos serão os seus resultados.

Contudo, não confunda: inteligência artificial é um conceito completamente diferente de automação. Neste último, os escritórios dispõem de um software jurídico que auxilia no gerenciamento eficiente das atividades do advogado, tornando-as mais organizadas, integradas e seguras.

Diferente disso, com a inteligência artificial, os robôs compreendem o real sentido das palavras e de certa forma se relacionam com o ser humano, indo muito além da simples leitura de códigos numéricos ou reconhecimento de voz.

Quais as principais vantagens de usar o Watson da IBM?

1. Agilidade na coleta e pesquisa de dados em massa

Por se tratar de um sistema com compreensão cognitiva, ao receber uma pergunta, o Watson analisa os dados, gera uma hipótese e apresenta a resposta (recomendações e evidências) e o nível de confiança a ela atribuída. É algo realmente impressionante!

Durante a busca, o sistema pode analisar simultaneamente diversos dados arquivados como, por exemplo, a legislação do país, jurisprudências, decisões de processos semelhantes e anteriores, entre outras informações. Dessa forma, além de otimizar o tempo despendido com questões burocráticas e aumentar a produtividade, o Watson da IBM auxilia na minimização de erros e redução da sobrecarga excessiva de trabalho.

2. Reconhecimento visual de elementos dos processos

Dentre as inúmeras funcionalidades, existe o Watson Visual Recognition que é capaz de analisar e identificar o que representam determinadas imagens. Esta função pode auxiliar na análise de provas e cenas, por exemplo.

No entanto, para aprimorar o sistema e garantir resultados mais eficazes é necessário fomentá-lo com imagens, vídeos e dados que possam servir de comparação e, consequentemente, permitam identificar padrões.

3. Praticidade na elaboração de modelos inteligentes e customizáveis

O sistema Watson da IBM também permite criar modelos inteligentes e customizáveis de contratos, propostas ou ainda petições de forma rápida e prática.  O mesmo se aplica quando surge a necessidade de desenvolver contratos de fornecedores, por exemplo.

Com esta funcionalidade, os escritórios ganham não só em termos de agilidade e otimização, mas também em segurança das informações. Isso porque o sistema é capaz de gerar automaticamente os documentos padrões e diminuir a possibilidade de erros e fraudes — atividades que até então ocorriam exclusivamente com auditorias.

4. Assistência para esclarecer dúvidas jurídicas

Já vimos que o Watson compreende a linguagem natural utilizada pelo ser humano, incluindo suas especificidades como sotaque, palavras regionais, gírias, regras gramaticais e assim por diante.

Pois bem, graças a sua inteligência cognitiva, o sistema também oferece uma funcionalidade excelente para esclarecer dúvidas jurídicas, como se estivesse conversando com um colega expert da área. Basta perguntar que o Watson começa a estabelecer suas conexões e rapidamente retornará com a resposta específica ao seu questionamento!

5. Advocacia com análise preditiva

Devido ao alto volume de informações, os profissionais da área jurídica também têm aplicado recursos de Big Data para potencializar resultados e extrair informações de qualidade a partir de padrões e seleção de dados.

Além disso, os recursos auxiliam no desenvolvimento de estratégias eficientes, pois permitem, por exemplo, conhecer mais sobre o juiz que está atuando no caso, bem como identificar quais foram as decisões tomadas em casos semelhantes. Com isso, o advogado consegue mapear o cenário e antecipar movimentos e tendências.

Qual a solução específica para a área jurídica?

O primeiro robô-advogado, conhecido como ROSS, já foi lançado no mercado e auxilia na gestão de escritórios de advocacia nos Estados Unidos. Desenvolvido pela Universidade de Toronto, no Canadá, o sistema tem a sua base na inteligência do Watson e proporciona uma consulta avançada em resposta às perguntas geradas pelos advogados.

Em outras palavras: a partir de uma pergunta, o ROSS interpreta a informação, cria hipóteses, elabora uma conclusão e oferece uma resposta lógica. Assim como o Watson, o programa se aperfeiçoa conforme é utilizado e monitora processos online. Ao identificar alguma nova decisão que possa afetar um caso, o advogado é imediatamente notificado.

Gostou do conteúdo? Que tal potencializar os resultados e otimizar as rotinas jurídicas do seu escritório também? Aproveite para entrar em contato conosco!

QUER FAZER PARTE DA ADVOCACIA DO FUTURO?

Solução completa para gestão do jurídico inteligente

Clique aqui para falar pelo WhatsApp!

Ou ligamos pra você :D